[First Name]‍, não perca essa edição se você quer saber como estamos evoluindo.

  
Edição n° 7 - Processo Evolutivo


Desde cinco meses atrás, quando iniciamos os trabalhos na Target Teal, tiramos esporadicamente uma fotografia de nossos registros de governança. Cada bolinha no diagrama abaixo mostra um papel proposto e aprovado. Colocamos em um GIF animado para você visualizar o caráter dinâmico de nossa estrutura organizacional. Não temos ideia onde este processo evolutivo irá nos levar. ;)



Nesta newsletter também gostaríamos de compartilhar com vocês algumas curiosidades sobre o modo de operação da org-rede ;)

Não temos chefes, nem donos da organização

Não temos chefes! Mas isso não significa que não temos organização. Operamos usando a versão 4.1 da Constituição da Holacracia, com algumas mudanças que são citadas no nosso contrato-mãe. Qualquer pessoa que entra para a org-rede assina o contrato-mãe e ratifica a Constituição. 


Como constituímos uma rede e usamos a Holacracia para a distribuição de poder/autoridade na Target Teal, não temos “donos”, sócios ou um conselho. Todos têm alguma autoridade que é fornecida pela Holacracia, como participar do processo de governança e portanto influenciar o rumo da organização.

Usamos Holacracia, mas não temos um “Elo Principal” (Lead Link)

A Holacracia dá opção para você escolher um Elo Principal (que tem a função priorizar e alocar recursos) para o círculo âncora (o círculo principal da organização) ou não. Se você optar por não ter um Elo Principal, todas as decisões deste papel viram saídas válidas para a Reunião de Governança. 


Uma das funções do Elo Principal é alocar pessoas em papéis. Como não temos um, qualquer membro do círculo pode propor atribuir ou remover alguém de um papel na nossa Reunião de Governança, que acontece esporadicamente. 

Não temos um CNPJ único e nem caixa central

No nosso modelo, cada facilitador/membro da org-rede constitui uma empresa individual (EIRELI ou EI). Cada um faz a gestão da sua própria mini-empresa e presta serviços ao mercado. Além disso, todo agente desempenha papéis de suporte à rede, como por exemplo produção de conteúdo ou inbound marketing. 


Quando dois facilitadores atuam em parceria para prestar serviço a um cliente, emitimos duas notas, com um % do valor para cada empresa. Ainda assim, aparecemos para o mercado como uma marca única: Target Teal. 


Ninguém paga nenhuma taxa para ser membro da Target Teal. Portanto, não existe um caixa central ou qualquer centralização dos recursos, além do trabalho de suporte à rede prestado por cada membro. Quando precisamos investir em alguma coisa (como por exemplo, uma campanha no Facebook), fazemos isso de forma auto-organizada e distribuída.

Não recebemos salário

Exato. Como não existe um CNPJ único e os agentes prestam serviço direto aos clientes, cada um gera a sua própria receita (no final do ano, iremos divulgar aqui na newsletter a receita total gerada nos trabalhos pela Target Teal). Claro que esse modelo só funciona porque todos somos prestadores de consultoria/facilitação. Infelizmente não conseguimos contratar alguém apenas para fazer um trabalho interno recorrente, como marketing :(

Temos um propósito, mas “não temos uma estratégia”

O nosso propósito é Seeding evolutionary social systems, ou “Semear sistemas sociais evolutivos”. Ele é a nossa liga. Ainda assim, não temos uma “estratégia”. Ok, nós temos uma. Ela é a seguinte: 


Sinta o propósito e ajude-o a tomar forma no mundo.


Nós acreditamos que a melhor estratégia emerge a partir das nossas interações constantes e da nossa paixão pelo propósito. 

Confira as últimas provocações no nosso blog

Conteúdos externos 


Eventos


Até a próxima newsletter! Ou se quiser começar uma conversa, dê um reply. ;)

Davi, Rodrigo, Danilo e Barón. 

Ps. Se você perdeu as edições anteriores da news da Target Teal, veja aqui.


  Este email foi enviado para: [Email]‍  | Entre aqui se quiser também receber este conteúdo
Cancelar inscrição para não receber mais nossos emails.
Target Teal - 2016